SET. 14, 2018 11:14:00

Usina goiana do Grupo São Martinho interrompe produção após incêndio

LOGO nalogo

A Usina Boa Vista, de Quirinópolis (GO), deverá ficar parada ao menos três dias após incêndio em parte de suas instalações ocorrido nesta quinta-feira (14). Considerada uma das mais modernas do mundo, 100% mecanizada, a unidade do Grupo São Martinho estava em processo acelerado de moagem como as demais empresas do Centro-Sul, diante de um tempo seco que favorece as operações.

Em informação do grupo, com sede em Pradópolis (SP), aponta que o incêndio começou na esteira de retorno do bagaço e atingiu também parte do barracão da moenda. Sem vítimas.

O Grupo São Martinho está entre os maiores do Brasil, e é dos poucos com boa saúde financeira, operando quatro plantas, e capacidade para 24 milhões de toneladas, mas com quebra na safra atual 18/19. Entre as quais a unidade de Pradópolis, na região de Ribeirão Preto, a maior, que atinge operação de até 10 milhões de toneladas – em cana própria detém mais de 130 mil hectares.

Por: Giovanni Lorenzon
Fonte: Notícias Agrícolas