DEZ. 03, 2019 16:02:00

Suínos: mercado mostra melhora para os principais setores

LOGO nalogo

A terça-feira (03) foi marcada por bons resultados para o mercado de suínos. Após a sexta-feira (29) e a segunda-feira (02) sem variações expressivas nas cotações, os setores de suíno CIF, carcaça especial e as principais praças produtoras do animal mostraram reação.

A analista de mercado da Scot Consultoria, Juliana Pila, explica que o mercado deve seguir firme até meados da primeira quinzena de dezembro, momento em que o mercado varejista ganha força para abastecer seus estoques para as compras para as festas de fim de ano.

Em São Paulo, segundo a empresa, a arroba do suíno CIF aumentou 1,83%/2,24%, ficando em R$ 111,50/R$ 114, enquanto o quilo da carcaça especial subiu 0,56%/0,55%, atingindo R$ 8,95/R$ 9,15.

Dados do Cepea/Esalq referente sà segunda-feira mostraram alta nas principais praças que produzem o suíno vivo, exceto em Minas Gerais, onde o preço do quilo do animal ficou estável em R$ 5,99.

A maior alta foi no Rio Grande do Sul, 2,76%, chegando a R$ 5,21 o quilo, seguido do Paraná, com aumento de 1,10%, cravanado R$ 5,50. Em São Paulo, o valor subiu 0,84%, ficando cotado em R$ 5,97, e em Santa Catarina, aumentou 0,76%, ficando em R$ 5,31 o quilo do animal vivo.

Houve também reajuste nas bolsas de suínos de São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul nesta segunda-feira (02). Em São Paulo, o produtor independente fixou negócio com valor de R$ 6,29 o quilo, enquanto em Santa Catarina, o valor do quilo passou para R$ 5,55, aumento de 2,40%. No Rio Grande do Sul, o aumento para o produtor independente foi de 0,92%, chegando a R$ 5,49 o quilo.

Tags:
Por: Letícia Guimarães
Fonte: Notícias Agrícolas