DEZ. 13, 2018 14:00:00

Soja intensifica baixas e perde mais de 10 pts nesta 5ª em Chicago considerando fracas compras da China

LOGO nalogo

As notícias de compras de soja da China nos EUA chegaram, porém, os volumes parecem ter decepcionado o mercado internacional e as cotações na Bolsa de Chicago passaram a recuar de forma significativa no início da tarde desta quinta-feira (13). 

Depois de iniciarem o dia com estabilidade, as cotações, por volta de 13h40 (horário de Brasília), perdiam entre 13 e 13,25 pontos. Nesse ambiente, o janeiro/19 já valia US$ 9,06 por bushel, enquanto o maio/19 era cotado a US$ 9,32. 

Segundo explica o consultor Vlamir Brandalizze, da Brandalizze Consulting, o mercado passa por uma liquidação de posições depois das últimas altas, em mais um movimento técnico. As perdas consideráveis, porém, não definem uma tendência.

Para o executivo, "o mercado acordou" para o fato de que essas compras da China anunciadas ontem são apenas uma sinalização de que a guerra comercial entre China e Estados Unidos está sendo amenizada, porém, continua em andamento. As tarifas de 25% seguem mantidas e os compradores privados da nação asiática, portanto, não estão buscando produto nos EUA até esse momento. 

"Não houve retirada de tarifas, redução, ou a criação de uma cota para importação sem tarifa. Então, pouca coisa mudou e o mercado está liquidando", diz Brandalizze. "Eles (as estatais compradoras) podem até chegar ao volume total informado, mas ainda é insuficiente para mudar", completa. 

Além disso, também como explicou o consultor, com a intensificação das baixas, os preços foram perdendo alguns suportes, dando espaço para perdas como estas observadas durante a tarde desta quinta-feira. 

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas