JAN. 11, 2018 16:55:00

Produção de feijão primeira safra será 9,2% menor afirma CONAB

O 4º levantamento da safra de grãos 2017/2018 realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e divulgado hoje (11), apontou que o cultivo do feijão primeira safra terá uma área total semeada menor que a safra anterior 7,7%, ou seja, 1025,5 mil hectares. A produtividade esperada será de 1205 kg/ha. Devido a redução de área, a produção será de 1.235,4 mil toneladas, variação negativa de 9,2%.

 

Na Bahia, a área plantada teve uma queda de 24,6%, chegando a 43 mil hectares com uma produtividade de 600 kg/ha. Essa redução se deve ao ajuste de área cultivada, informando o cultivo, separando em primeira e segunda safras.

 

No Mato Grosso o plantio já finalizou e a colheita será agora em janeiro e fevereiro. Os preços seguem baixos devido a quantidade produzida na safra anterior. Em Goiás as áreas plantadas estão próximos da colheita. A expectativa dos produtores é que os preços fiquem mais atrativos com a colheita do verão.

 

No estado de Minas Gerais apesar do atraso das chuvas e da instabilidade dos preços, a área plantada ficou praticamente a mesma. O plantio já acabou e as lavouras estão em desenvolvimento. Em São Paulo o feijão perdeu espaço para soja e o milho, cerca de 25% da área. O preço foi um dos fatores que influenciou os produtores a diminuir o plantio do feijão. As chuvas podem atrapalhar a colheita nas cidades produtores e também comprometer o valor comercial.

 

No Paraná a área plantada diminuiu 2,9%, isso porque o preço do feijão estava baixo na hora da decisão do plantio e o custo de  implantação da lavoura estava alto. A produtividade prevista é de 1750 kg/ha.

Por: Bruna Braz
Fonte: CONAB