DEZ. 06, 2018 14:07:00

Palocci diz que Lula renovou MP em troca de dinheiro para filho

Em depoimento à Justiça Federal nesta quinta-feira (6), o ex-ministro da Fazenda do governo de Luiz Inácio Lula da Silva, Antonio Palocci, afirmou que o ex-presidente renovou uma medida provisória em troca de dinheiro para o filho Luís Claudio Lula da Silva.

A compra de medidas provisórias é investigada na Operação Zelotes, deflagrada em 2015, que também apura irregularidades em decisões do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), órgão vinculado ao Ministério da Fazenda que julga processos das empresas envolvendo questões tributárias.

A defesa do ex-presidente Lula disse que as declarações de Palocci tem "nítido objetivo de atacar a honra e a reputação" dele e de seu filho Luís Claudio. Ainda segundo a defesa de Lula, Palocci sabe que suas afirmações "são mentirosas" e "não poderão ser confirmadas por qualquer testemunha". O G1 também procurou a defesa de Luís Claudio e aguardava uma resposta até a última atualização desta reportagem.

Leia a notícia na íntegra no site do G1

O Antagonista

A honra de Lula

Cristiano Zanin atacou Antonio Palocci.

Ele soltou uma nota dizendo que o velho operador de Lula aproveitou de seu depoimento na Zelotes “para, de forma inusual, tomar a iniciativa de fazer afirmações sem qualquer relação o processo, com o nítido objetivo de atacar a honra e a reputação do ex-presidente Lula e de seu filho Luis Claudio”.

LULECO PRESO AMANHÃ

Em seu depoimento na Justica Federal, Antonio Palocci deixou claro que o dinheiro repassado pelo lobista Mauro Marcondes a Luis Cláudio Lula da Silva teve origem em pagamento pela aprovacao da Medida Provisória que beneficiou as montadoras Caoa e Mitsubishi.

Como já dissemos, Luleco foi a Palocci pedir de dois a três milhoes de reais para a TouchDown. O ex–ministro, que mantinha escritório no mesmo prédio dos filhos de Lula, foi falar com o ex-presidente sobre a ajuda.

O pedido de Luleco

Antonio Palocci disse ao juiz Ricardo Leite que Luleco pediu-lhe de 2 milhões de reais a 3 milhões de reais para organizar um torneio de futebol americano.

No dia seguinte, ele foi falar com Lula, que lhe comunicou que Mauro Marcondes, da CAOA, já havia repassado o dinheiro.

Fonte: G1 + O Antagonista