JAN. 14, 2022 17:08:42

Confiança do consumidor dos EUA cai em janeiro para 2ª menor leitura em uma década

Por Lindsay Dunsmuir

(Reuters) - A confiança do consumidor norte-americano declinou no início de janeiro para o segundo nível mais baixo em uma década, com as famílias preocupadas com a alta da inflação e duvidando da capacidade das políticas econômicas do governo de corrigi-la, mostrou uma pesquisa nesta sexta-feira.

A Universidade de Michigan informou que a leitura preliminar de seu índice de confiança do consumidor caiu para 68,8 na primeira metade deste mês, ante leitura final de 70,6 em dezembro.

As famílias de baixa renda tiveram uma perspectiva mais negativa do que as mais ricas, com o sentimento em queda de 9,4% entre as famílias com renda total abaixo de 100 mil dólares, mas em alta de 5,7% entre as famílias acima desse limite.

Economistas consultados pela Reuters previam queda menor do índice, para 70,0.

O recuo mais acentuado do que o esperado no sentimento ocorre num momento em que os norte-americanos enfrentam vários ventos contrários, apesar de uma economia geral forte, com a inflação no topo da lista de preocupações em meio a um nível recorde de casos de Covid-19 devido à variante Ômicron que, por sua vez, pode prolongar os preços altos.

"Embora as variantes Delta e Ômicron certamente tenham contribuído para essa mudança (na confiança) para baixo, o declínio também foi devido a uma taxa de inflação em alta", disse Richard Curtin, diretor da pesquisa, em comunicado.

"Três quartos dos consumidores no início de janeiro classificaram a inflação, em comparação com o desemprego, como o problema mais sério que a nação enfrenta", acrescentou.