NOV. 25, 2021 17:20:26

Café: Sem NY, Bolsa de Londres e mercado físico tem dia de estabilidade

A Bolsa de Londres teve um dia de estabilidade para o mercado futuro do conilon. Sem a referência da Bolsa de Nova York (ICE Future US) e com a colheita avançando no Vietnã, o mercado quase não registrou variações nesta quinta-feira (25). 

Março/22 teve alta de US$ 6 por tonelada, valendo US$ 2228, maio/22 registrou valorização de US$ 7 por tonelada, valendo US$ 2199, julho/22 teve alta de US$ 8 por tonelada, valendo US$ 2195 e setembro/22 teve alta de US$ 9 por tonelada, valendo US$ 2191. 

No Brasil, o dia também foi marcado por estabilide nas principais praças produtoras do país. Produtores e especialistas seguem apontando para cenário de alta para os preços já que a florada não vingou nas principais áreas de arábica do Brasil. A torcida agora é que para as chuvas continuem regulares para não comprometer ainda mais a safra de 22. 

O tipo 6 bebida dura bica corrida registrou alta de 0,68% em Poços de Caldas/MG, levando R$ 1.480,00, em Patrocínio/MG a alta foi de 0,68%, valendo R$ 1.490,00. Guaxupé/MG manteve a estabilidade por R$ 1.483,00, Araguarí/MG manteve por R$ 1.490,00, Varginha/MG manteve por R$ 1.520,00 e Franca/SP manteve a negociação por R$ 1.500,00. 

O tipo cereja descascado teve alta de 0,64% em Poços de Caldas/MG, valendo R$ 1.570,00 e Patrocínio/MG teve alta de 0,65%, valendo R$ 1.540,00. Varginha/MG manteve por R$ 1.570,00 e Campos Gerais/MG por R$ 1.547,00.