JUN. 10, 2021 09:19:00

Café: Londres e Nova York abrem pregão de olho no clima no Brasil e com variações técnicas

O mercado futuro do café arábica abriu o pregão desta quinta-feira (10) com estabilidade para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). 

Por volta das 09h13 (horário de Brasília), julho/21 tinha alta de 25 pontos, negociado por 157,45 cents/lbp, setembro/21 registrava alta de 35 pontos, negociado por 159,65 cents/lbp, dezembro/21 tinha alta de 30 pontos, valendo 162,50 cents/lbp e março/22 registrava alta de 35 pontos, valendo 165,05 cents/lbp. 

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon registra leves baixas nesta manhã. Julho/21 tinha queda de US$ 2 por tonelada, valendo US$ 1580, setembro/21 tinha queda de US$ 2 por tonelada, negociado por US$ 1606, novembro/21 tinha queda de US$ 3 por tonelada, valendo US$ 1624 e janeiro/22 tinha baixa de US$ 10 por tonelada, valendo US$ 1633.

O mercado futuro do café retomou a atenção de parte do dia anterior em relação às chuvas previstas para áreas produtoras do Brasil nesta semana, porém ainda seguem os temores de que as precipitações não devem alterar o cenário de estiagem dos últimos meses.

"Mais chuvas estão sendo previstas para áreas de café nesta semana, mas o desenvolvimento foi atrasado e o progresso da colheita está lento", destaca o analista de mercado da Price Futures Group, Jack Scoville.

Mercado interno - Última sessão

Os preços do café arábica seguem firmes no mercado brasileiro, apesar de queda em algumas praças de comercialização nesta quarta-feira seguindo o cenário internacional.

"Apesar do avanço da colheita de robusta nos últimos dias, colaboradores do Cepea apontam que o volume disponível no spot nacional ainda não é elevado, já que muitos produtores estão concentrados na entrega dos contratos fechados em meses anteriores", disse o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea, da Esalq/USP).

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve a maior alta no dia em Campos Gerais/MG (Coopercam), com 879,00 a saca de 60 kg. No entanto, o dia foi de perdas acima de 1% em Franca e no Oeste da Bahia, além de leve valorização em Poços de Caldas.

O tipo cereja descascado também teve maior valor de negócio no dia em Campos Gerais, com saca a R$ 939,00. Poços de Caldas registrou salto de 0,22% no dia para o tipo.

» Clique e veja as cotações completas do café