AGO. 04, 2021 09:35:28

Algodão/Cepea: Indicador recua no fim de julho, mas média mensal registra alta

Os preços internos do algodão em pluma apresentaram dois momentos distintos ao longo de julho. Do início do mês até o dia 19, as cotações subiram com certa força, impulsionadas pela baixa oferta do produto no spot nacional – diante disso, o Indicador CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, chegou a atingir R$ 5,09/libra-peso no dia 19. Já a partir do dia 20 de julho, os valores se enfraqueceram, pressionados pelo menor interesse comprador e também pelo ligeiro aumento da oferta – cenário que levou o Indicador a operar abaixo de R$ 5/lp no encerramento do mês. Assim, entre 30 de junho e 19 de julho, os preços do algodão subiram 8,6%. Em seguida, até o dia 30, houve queda de 2,6%. Ainda assim, no acumulado do mês, houve alta de 5,8%. A média do Indicador em julho foi de R$ 4,985/lp, 2% maior que a de junho/21 e 80,7% acima da de julho/20, em termos nominais. Já em termos reais (valores corrigidos pelo IGP-DI, base junho/21), a média de julho ficou 37,4% acima da de julho/20. Na média do mês, o Indicador ficou 13,5% acima da paridade de exportação, sendo a menor diferença em três meses.