MAI. 04, 2021 10:02:00

África do Sul registra segundo surto de gripe aviária

A South African Poultry Association (SAPA) informa que a fazenda está em quarentena e as aves expostas estão sendo sacrificadas com a ajuda do Departamento de Agricultura. O surto, em uma fazenda em East Rand de Joanesburgo, está no mesmo local que o primeiro surto. Os testes sugerem que esse surto, que afetou galinhas poedeiras, foi a gripe aviária H5N1 altamente patogênica.

Os produtores de aves na África do Sul permanecem em alerta máximo caso o vírus se espalhe. Prevê-se que as medidas de biossegurança existentes e as proibições de importação de produtos avícolas da África do Sul continuem em vigor.

“Os efeitos sobre o fornecimento contínuo de carne de frango são mínimos e os consumidores têm a garantia de que a carne de frango e os ovos permanecem seguros para comer, desde que sejam observados os protocolos de cozimento adequados, com temperaturas superiores a 60ºC alcançadas”, disse um porta-voz da SAPA.