Destaque

JUN. 18, 2018

Governo retoma vendas de milho

Depois de um mês, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) vai retomar os leilões de milho dos estoques públicos do governo federal. As negociações foram afetadas pela paralisação dos caminhoneiros que durou 11 dias, bloqueando estradas em diferentes regiões do país, causando desabastecimentos. Desta vez, o volume ofertado será de 20 mil toneladas de milho em grão a granel, 10% do volume ofertado nas edições anteriores. O último leilão de milho da Conab aconteceu no dia 24 de maio.

O leilão de milho da Conab está marcado para acontecer na próxima terça-feira (26), com participação da Bolsa Brasileira de Mercadorias (BBM) por meio dos seus corretores. Poderão participar das compras, criadores nos segmentos de avicultura, suinocultura, bovinocultura, ovinocultura e cooperativas de criadores de aves, suínos, bovinos, ovinos e caprinos de regiões onde há menor disponibilidade do produto ofertado, como Norte e Nordeste. Os compradores deverão estar filiados ao Sistema de Cadastro Nacional de Produtores Rurais, Público do PAA, Cooperativas, Associações e Demais Agentes (Sican). O produto ofertado se encontra armazenado nos estados de Mato Grosso e Piauí. O preço dos lotes será divulgado até dois dias antes da realização do leilão.

De acordo com a Conab, as operações fazem parte da estratégia do governo federal de atender demanda dos criadores onde os preços do cereal no mercado estão iguais ou acima do valor definido de R$ 19,95 a saca de 60 kg, no caso de Mato Grosso. A Companhia foi autorizada pelo Conselho Interministerial de Estoques Públicos de Alimentos (Ciep) a vender até 1 milhão de toneladas do cereal. O programa também contribui para a redução dos estoques.

 

Confira o edital

 

Leilão de frete

Na mesma semana, na sexta-feira (29), acontece também um leilão de frete, para escoar o milho negociado. O valor unitário da mercadoria para fins de emissão de documentos fiscais será de R$ 0,2785/kg para o milho dos estoques governamentais para regiões consumidoras, para venda direta em balcão
para pequenos criadores. 

Para participar dos leilões de frete da Conab, é necessário estar associado a uma Bolsa de Cereais, de Mercadorias e/ou de Futuros. Associe-se à BBM!

 

Confira o edital 

 

Leilões da CONAB - Política Agrícola

Exercendo a Política Agrícola Brasileira com eficiência e transparência

A CONAB realiza os Leilões de venda de estoques públicos e estratégicos de milho, arroz, café, feijão, sorgo, sisal, trigo e dos instrumentos de apoio à comercialização do Governo Federal da política agrícola Brasileira, tais como PEPRO – Prêmio de Escoamento pago ao Produtor Rural, PEP – Prêmio de Escoamento de Produto e de venda contratos de opção de venda, além de contratação de serviços de transportes (Frete) para remoções de produtos.                                             

A Bolsa Brasileira de Mercadorias é contratada pela CONAB para realizar os leilões. As Corretoras de Mercadorias associadas à Bolsa Brasileira de Mercadorias estão capacitadas para prestar informações e preparadas para operar os leilões da CONAB com estrutura de atendimento ao público em geral. 

Confira a lista das corretoras especializadas em leilões da Conab

Últimos Posts