Destaque

SET. 27, 2019

Feijão: Compradores desonestos causam prejuízos, diz Ibrafe

 

Infelizmente esta semana tem revelado o que de pior há na índole de alguns compradores. Entre comprar e receber o produto no Nordeste, principalmente, despendem-se de vários dias e, durante esta semana, muitas cargas chegaram naquela região.

 

Como o mercado estava mais "frio", aconteceram divergências que causam forte prejuízo aos corretores e operadores que fornecem feijão-carioca, principalmente. Alegam os compradores que a cor não é a combinada ou o tamanho do grão não está certo ou a umidade é inadequada, ou que o feijão está muito seco ou muito úmido.

 

A desonestidade aflora nestes momentos. Antídoto para isso existe. Registrarmos contratos na BBM - Bolsa Brasileira de Mercadorias. Tem baixo custo, um custo simbólico, mas garante, através de árbitros, que as cláusulas de um contrato sejam cumpridas. 

 

Ontem, voltaram a acontecer negócios em bom volume, que foram, desde R$ 165 em Mato Grosso e, em Minas Gerais e Goiás, os valores oscilaram entre R$ 175/180. Assim, vai ficando bem evidente que o estoque atual não está todo disponível para a venda.

 

A disposição de venda surge desde que os preços estejam condizentes com as expectativas dos produtores e também alinhada com fatores como o espaço de tempo até a próxima safra, que é bastante grande.

 

Fonte: Ibrafe em Notícias Agrícolas

 

Confira a cotação do feijão hoje no Indicador BBM

Últimos Posts