Diretor da Bolsa Brasileira de Mercadorias fala sobre ferramentas para o mercado de grãos em seminário da ABCS

O ambiente da Bolsa possibilita a fixação de preços na compra de insumos da ração animal

Por Bolsa Brasileira de Mercadorias BBM
11/06/2021

Diretor da Bolsa Brasileira de Mercadorias fala sobre ferramentas para o mercado de grãos em seminário da ABCS

O ambiente da Bolsa possibilita a fixação de preços na compra de insumos da ração animal

Por Bolsa Brasileira de Mercadorias BBM
11/06/2021

Encerrando um ciclo de palestras que fizeram parte do Seminário de Mercado de Grãos, a Bolsa Brasileira de Mercadorias participou esta semana do quinto encontro virtual do evento promovido pela Associação Brasileira de Criadores de Suínos (ABCS), que abordou diversos temas ligados ao mercado de grãos e seus impactos na produção suinícola. O presidente da associação, Marcelo Lopes, foi quem abriu o debate. Os encontros foram conduzidos pelos consultores da ABCS, Ana Paula Cenci, e Iuri Pinheiro Machado.

 

O convite para a Bolsa Brasileira de Mercadorias participar do clico de palestras surgiu a partir da intenção de debater formas de negociação que beneficiem o suinocultor no que se refere à compra de ração animal, para que ele possa atuar no mercado de grãos, especialmente após valorizações expressivas nos preços do milho e da soja, dois dos mais importantes insumos da alimentação animal. Segundo cálculos da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), o milho e o farelo de soja representam, juntos, quase 80% dos custos de produção na suinocultura e, de janeiro de 2020 até junho de 2021, o preço do milho aumentou 92%, enquanto a soja subiu até 204% em alguns estados brasileiros, o que impacta diretamente em toda cadeia animal. 

 

O trâmite na Bolsa possibilita a fixação de preços na compra de commodities utilizadas na fazenda por meio de mecanismos que proporcionem mais segurança nas operações para entrega futura. No mercado do algodão, por exemplo, a Bolsa já registra hoje negócios firmados com promessa de entrega do produto em 2023. A venda antecipada ajuda a garantir condições melhores de mercado e negociação. “A característica da negociação em Bolsa é a segurança nos contratos, pois comprador e vendedor contam com o amparo da Câmara Arbitral justamente para dirimir qualquer conflito na execução desse negócio”, esclareceu Cesar Henrique Bernandes Costa, diretor-geral da Bolsa Brasileira de Mercadorias, que também explicou os outros 10 serviços oferecidos pela entidade. 


O Presidente da ABCS, Marcelo Lopes, elogiou a iniciativa. “Passamos pelo Ministério da Agricutura, pelos bancos e pela Conab, e criamos uma oportunidade gigantesca para que não fiquemos mais vulneráveis a esse mercado que está tão doloroso aos produtores. É importante que todos nós tenhamos consciência que daqui para a frente precisamos efetivar todo o conhecimento aprendido aqui. Todos os subsídios foram dados, e a ABCS está pronta para iniciar este trabalho”, ressaltou. 

 

Participou também do debate  o sócio fundador da Germinare Agro, Conrado Zanon. O ciclo de palestras do Seminário de Mercado de Grãos começou ainda em maio com o tema “Caminhos para Redução de Custos de Produção”, em uma aula ministrada pelo professor, especialista em agronegócio e sócio diretor da MBAgro, Alexandre Mendonça de Barros. Todos os vídeos estão disponíveis e podem ser acessados no Youtube da ABCS pelo Canal da ABCS Agro no Youtube

Últimos Posts