Conab altera data de leilão de milho

 O leilão de compra marcado para o dia 1º de novembro passou para o dia 3

Por Bolsa Brasileira de Mercadorias BBM
28/10/2021

Conab altera data de leilão de milho

 O leilão de compra marcado para o dia 1º de novembro passou para o dia 3

Por Bolsa Brasileira de Mercadorias BBM
28/10/2021

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) comunicou recentemente alterações dos leilões de milho marcados para a próxima semana. O leilão de compra marcado para o dia 1º de novembro passou para o dia 3 do mesmo mês, próxima quarta-feira. Segundo a Conab, a alteração se deve à demanda de agentes de mercado interessados na operação.

 

Os novos editais também sinalizam que o produto deverá estar acondicionado em sacaria de polipropileno convencional sem impressão e que o milho destinado ao Estado de Roraima (lote 33) deverá ser entregue com peso de 50 kg e, para os demais estados, com peso de 60 kg (quilo líquido, descontado o peso da sacaria), entre outras alterações.


Confira o Comunicado 136 de 26/10/2021 


Confira o Comunicado 137 de 26/10/2021


Estes são os primeiros editais referentes à compra de 56,2 mil toneladas de milho para o abastecimento do Milho Balcão. O produto já é parte do montante das 110 mil toneladas previstas para aquisição na Portaria Interministerial nº 20, de 15/10/2021, divulgada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em conjunto com o Ministério da Economia.

 

Todos os comunicados, avisos e resultados destas operações estarão disponíveis no Portal da Conab. Podem participar dos leilões os produtores rurais, cooperativas e comerciantes, cadastrados perante a Bolsa de Mercadorias por meio da qual pretendam realizar a operação, e registrados, na data da realização do leilão, no Sistema de Cadastro Nacional de Produtores Rurais da Conab (Sican), além de estarem em situação regular no Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores (Sicaf) e demais exigências dos editais.
 
O reforço nos estoques públicos de milho vendido pela Conab vai auxiliar pequenos criadores de animais em todo o país, sobretudo aqueles situados em locais mais distantes dos grandes centros e das zonas de maior produção, e que utilizam o produto para a alimentação dos seus plantéis. Estas operações de abastecimento do Milho Balcão estão inseridas na Medida Provisória nº 1.064/2021, assinada pelo presidente da República, que autorizou a compra de até 200 mil toneladas anuais de milho para o programa.
 
As corretoras da Bolsa Brasileira de Mercadorias possuem expertise em operar os leilões da Conab.

Últimos Posts