Colheita recorde de algodão é finalizada no Brasil

O indicador da Bolsa Brasileira de Mercadorias para o algodão mostra o valor da pluma em R$ 3,09 por libra peso
Por Bolsa Brasileira de Mercadorias BBM
17/09/2020

Colheita recorde de algodão é finalizada no Brasil

O indicador da Bolsa Brasileira de Mercadorias para o algodão mostra o valor da pluma em R$ 3,09 por libra peso
Por Bolsa Brasileira de Mercadorias BBM
17/09/2020

Está concluída mais uma colheita de algodão no Brasil com números recordes. De acordo com a Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), o volume de algodão no país alcançou 2,9 milhões de toneladas, um acréscimo de 5% em relação à temporada anterior. O mesmo volume é estimado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).


Nesse momento, segundo a Laferlins Corretora, há uma demanda razoável por parte das indústrias locais e, externamente, o mercado também está aquecido. “Nas exportações, além dos contratos concluídos anteriormente, há interesse de compra FOB, principalmente, para embarques em dezembro e, ainda mais, para o primeiro semestre de 2021”, explicou Jonas Nobre, da Laferlins, corretora de algodão associada à Bolsa Brasileira de Mercadorias.


Em relação aos preços, o mercado doméstico de algodão trabalhou perto da estabilidade na primeira quinzena de setembro, cenário que deve se repetir nas próximas semanas. “Com nível razoável de ofertas e boa demanda pela pluma por partes das indústrias têxteis, as cotações tendem a se manter equilibradas até o final do mês”, informou Bernardo Souza Lima, da Souza Lima Corretora, também associada à Bolsa Brasileira de Mercadorias. “Vale a atenção ao risco de forte volatilidade no câmbio e na cotação externa da pluma, que podem refletir internamente”, completou.

 

O indicador da Bolsa Brasileira de Mercadorias para o algodão mostra o valor da pluma em R$ 3,07 por libra peso (Posto São Paulo). O acréscimo no acumulado de 30 dias é de 1,99%, mostrando uma recuperação nos preços passado o pior período da pandemia de coronavírus no Brasil, que manteve muitas indústrias têxteis fechadas e mercadorias acumuladas.

 

Segundo a Abrapa, o beneficiamento do algodão já está novamente em ritmo acelerado no Brasil e, cerca de 50% do total colhido, já foi processado. O Brasil é hoje o quarto maior produtor mundial de algodão e fornece a pluma nos 12 meses do ano, estando também entre os maiores exportadores globais do produto.

 

Confira a cotação atualizada do algodão no Indicador BBM

Últimos Posts