Destaque

OUT. 04, 2018

Câmara de Comércio Brasil e Eslováquia se reúne na Bolsa Brasileira de Mercadorias

Na tarde de terça-feira (3), participantes da recém-formada Câmara de Comércio Brasil e Eslováquia (CCBE) estiveram reunidos na sede da Bolsa Brasileira de Mercadorias em São Paulo (SP). Os dois países estão em busca de parcerias comerciais que recebam incentivo de associações ligadas ao setor privado. Foi o primeiro dia de reuniões oficiais da Câmara no Brasil.

 

O encontro foi conduzido por Roberto Caliani, corretor da Bolsa Brasileira de Mercadorias. “Nós escolhemos fazer a reunião na Bolsa porque os participantes são pessoas envolvidas com o agronegócio. A Eslováquia é hoje uma espécie de entreposto agrícola para o Leste Europeu. A Europa está se utilizando da Eslováquia e, com isso, surgiu também o interesse pala América para a aquisição de insumos”, declarou Caliani.

 

A mesma câmara já existe na Eslováquia e a intenção é que as duas câmaras atuem como uma espécie de plataforma. “Essa nova câmara vai ajudar os empresários eslovacos que chegam aqui no Brasil. Eles já saberão onde buscar ajuda para receber apoio na intenção de estabelecer contatos econômicos”, explicou o Ministro de Relações Exteriores da Eslováquia e de Assuntos Europeus da Eslováquia, Lukás Parízek.

 

De acordo com o embaixador extraordinário e plenipotenciário da Eslováquia, Milan Cigán, este é um primeiro passo para tentar colocar em prática as iniciativas que existem no setor econômico e comercial entre os dois países. “Essas ideias unem as bolsas com a Câmara, que podem se fortalecer e apresentar uma enorme eficiência. É passo mais rápido para o entendimento e a abertura de outras possibilidades econômicas”, resumiu.

 

Na ocasião, também foi nomeado como presidente da Câmara o cônsul eslovaco Luciano Giugliano. “Entendemos que essa câmara abre oportunidades enormes para o meio privado e, dentro dessa ideia, a participação de uma bolsa de mercadorias seria o caminho pra chegarmos a cada destino através de canais idôneos, competentes e qualificados, afirmou Giugliano. A reunião teve continuidade na sede da Câmara de Comércio localizada no bairro Itaim, Zona Oeste de São Paulo seguiu em Brasília (DF) na quarta-feira.

 

O Brasil possui relações diplomáticas com o país há 98 anos, 73 anos antes da dissolução da Tchecoslováquia. Desde 1993, a República Tcheca e a Eslováquia passaram a ser dois Estados independentes.

Últimos Posts