Bolsa Brasileira de Mercadorias participa do XVIII Anea Cotton Dinner

A Bolsa Brasileira de Mercadorias é apoiadora do evento
Por Bolsa Brasileira de Mercadorias BBM
01/07/2019

Bolsa Brasileira de Mercadorias participa do XVIII Anea Cotton Dinner

A Bolsa Brasileira de Mercadorias é apoiadora do evento
Por Bolsa Brasileira de Mercadorias BBM
01/07/2019

Com uma programação de três dias, o XVIII Anea Cotton Dinner and Golf Tournament de 2019 foi realizado no Club Med Lake Paradise, em Mogi das Cruzes, São Paulo.

 

Foi o quinto ano consecutivo que a Bolsa Brasileira de Mercadorias apoiou o evento que é considerado um dos principais no calendário de encontros anuais da cotonicultura brasileira. A edição de 2019 foi considerada um sucesso e contou com a participação de mais de 500 pessoas, entre produtores, traders, corretores, indústrias, compradores estrangeiros e agentes do governo.

 

Durante o evento, foram realizadas reuniões importantes para setor, como a Assembleia Geral da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), a Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Algodão e Derivados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o Conselho de Ética do Algodão e a Câmara Consultiva do Algodão da Bolsa.

 

 

Na reunião da Câmara Consultiva foram abordados assuntos importantes sobre a comercialização do algodão em pluma, com destaque para a tabela de ágios e deságios, para o Regulamento do Mercado do Algodão da BBM e para a inclusão da Bolsa como signatária do Acordo Universal de Padronização do Algodão do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

 

O ano de 2019 representa um marco na cotonicultura Brasileira, com a previsão de uma produção recorde de algodão em pluma de 2,8 milhões de toneladas, segundo projeções das Abrapa, o que coloca o Brasil na segunda posição do ranking dos maiores exportadores do mundo.

 

De acordo com os dados de registros de negócios no Sistema de Informações de Negócios com Algodão em Pluma (Sinap), estima-se que do total da produção brasileira (2,8 mi/ton), 1,7 milhão já foi negociado, restando ainda 1,1 milhão de toneladas.   

 

Últimos Posts